Fluxo de caixa: O termômetro financeiro da sua empresa.

May 15, 2018

 

Um dos pilares para uma empresa atingir o sucesso é uma boa gestão financeira.

 

As organizações que se mantém saudáveis e em constante crescimento, são as que rigorosamente controlam seu dinheiro. E você já deve ter ouvido falar de fluxo de caixa, porém de fato, você sabe o que é, para que serve e como ele pode impactar sua empresa?

 

 

Vamos la!

 

 

Fluxo de caixa é basicamente seu controle financeiro. No dia a dia, temos a necessidade de controlar quanto recebemos e pagamos, de quem recebemos e para quem pagamos.

 

Sendo assim, o fluxo de caixa controla o balanço das entradas e saídas de dinheiro, mostrando pontualmente o seu saldo, identificando onde foram gastos os recursos e para qual finalidade.

 

Portanto, o fluxo de caixa é uma ferramenta de controle, que sem ele, nenhuma empresa sobrevive por muito tempo ou então cresça com segurança e confiabilidade.

 

Como o fluxo de caixa é uma ferramenta de controle, os gestores conseguem aplicar os benefícios que ele traduz em números para o crescimento do negócio e também suprir possíveis imprevistos ou gastos necessários.

 

Dentro deste contexto, esta ferramenta é base da gestão de qualquer empresa, seja uma MEI ou até uma multinacional.

Agora que você já sabe para que serve um fluxo de caixa, é necessário entender o padrão e como gerenciar na medida que trará resultados a sua empresa.

 

É necessário ter um plano de contas com cadastro dos tipos de receitas, onde dentro dele, você começará cadastrando os tipos de entrada de caixa (receitas) do seu negócio.

 

Essa atividade te ajudará a ver os seus resultados separados por tipo mensalmente e mensurar quais são os seus produtos ou serviços que mais lhe trazem rendimentos para sua empresa.

 

Também é necessário que cadastre os seus tipos de saídas de caixa (despesas). 

 

Essa atividade permitirá que você analise as suas contas mais relevantes: gastos com pessoas, marketing, operacionais, etc. Além de permitir que você analise subgrupos de contas.

 

Conseguindo um olhar mais criterioso e sabendo exatamente para onde cada centavo estará indo.

 

Com o plano de contas pronto, você poderá lançar as suas entradas e saídas de caixa separados em abas mensais e acompanhar a evolução do seu saldo diário, conciliando suas contas bancarias e em espécie.

 

Organize seu fluxo de caixa em datas de pagamentos dos lançamentos para acompanhar suas contas a receber e a pagar e o que já foi efetivamente realizado.

 

Veja o resultado diário da conciliação do seu fluxo de entradas e saídas de caixa e saiba os melhores dias do mês e os piores. Para que possa tomar as decisões para minimizar os impactos no seu fluxo de caixa nos próximos meses.

 

Já sabendo o que é e para que serve um fluxo de caixa, chegamos ao ponto de saber onde ele causará impacto na empresa.

 

Pois bem, com o fluxo de caixa alinha e conciliado você terá relatórios e dashboards, acompanhe suas receitas, despesas, lucro e prejuízo, bem como lucratividade e saldo acumulado pelo regime de caixa.

 

Entenda de forma simples e intuitiva se a sua empresa está ganhando o jogo e onde ainda pode melhorar. 

 

Com o fluxo de caixa preenchido e fortificado, tenha visão futura do que sua empresa passará e obtenha margens para cálculos de produtividade, ponto de equilíbrio, saiba mensurar valores da sua empresa e precifique cada item conforme sua necessidade.

 

Acompanhe seus resultados, gere um DRE (Demonstrativo de Resultados no Exercício) detalhado do fluxo de caixa, para facilitar sua análise financeira. 

 

Monte sua previsão orçamentária financeira e confronte com a realidade mostrada em seus relatórios, e saiba se suas metas estão sendo atingidas.

 

Consiga mensurar resultados satisfatórios ou até melhorar pontos que lhe tragam mais lucratividade para dentro da sua organização.

 

O Fluxo de caixa lhe mostrará muitas vezes a dor, porém, não é o remédio.

 

Saiba analisá-lo para identificar em seus processos gerenciais onde você deverá atuar para solucionar pontualmente algum tipo de problema.

 

Caso tudo isso tenha feito sentido para você e sua empresa, mas ainda lhe resta duvidas de como implantar, montar e até conseguir manter o fluxo organizado, fale com a gente

 

Clique aqui e baixe nosso E-BOOK de conceitos de gestão financeira para pequenas empresas.

 

 

BÊÀBÁ dos Negócios.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

Expansão de franquias em função da escalabilidade

January 3, 2019

1/1
Please reload

Recent Posts

February 5, 2019

Please reload

Archive